Assemblagens: Autores e obras. (Pesquisa Documental)

De: Reginald Case
http://www.reginaldcase.com/


http://www.bobbiadams.com/
titulo: “Nor Daddy’s Little Princess”


De: Joseph Cornell


De: Greg Hanson
http://browse.deviantart.com/?qh=&section=&global=1&q=assemblage#/d2nk2au

De: Sarah rose
http://browse.deviantart.com/?qh=&section=&global=1&q=assemblage#/d14mjwb

Assemblagens com os temas 1ª Républica/ Pré e Pós 25 de Abril/ Actualidade (Pesquisa Análoga)

Assemblagem 1ª Républica e Pré 25 de Abril

Aqui estão algumas Assemblagens de artigos do quotidiano .Fonte de Marcel Duchamp( objectos do quotidiano dentro de uma caixa de madeira).

Assemblagem 1910
DE:Tiffini X.
http://browse.deviantart.com/?qh=&section=&q=assemblage+1910#/df0xm6


Sem título
Artista Lynne Parks, retirado do site: http://www.musingrelics.com

Assemblagens do Pós 25 de Abril e Actualidade

Estas assemblagens nas imagens abaixo representadas traçam um panorama das Artes Visuais (nas áreas da Pintura, Desenho, Gravura,
Colagem, Escultura, Objecto, Instalação, Fotografia e Vídeo) de 3 décadas, 1979, 1989 e de 1990 a 2000,
representando também a geração de 2001 a 2009,
com duas Assemblagens, em caixas de madeira
com a colagem de diversos materiais, como podem ver:

“A viagem de João Jogador Especial” 2005

Curiosidades:

«Assemblages»
Exposição de Escultura em Madeira


A Galeria de exposições do Centro Cultural de Samora Correia acolhe, de 20 de Novembro (Inauguração Sábado às 16.00h) a Janeiro de 2011, a exposição de Escultura em Madeira, «Assemblages», de Alberto Henrique de Almeida.

«Assemblages» explora a transformação de madeira em esculturas, de forma a criar agregações de objectos de grande formato a três dimensões. A técnica simula os mecanismos fundamentais da evolução (selecção, reprodução e aleatoriedade), transformando as ideias do autor em formas passíveis de serem tocadas. Cada obra é guiada por preferências artísticas e estéticas que influenciam significativamente o resultado final e reconhece a sua “assinatura” nos trabalhos desenvolvidos. Para criação destas imagens, o autor baseou-se numa colecção de objectos que, uma vez juntos, produzem um efeito de entrelaçamento semelhante à tapeçaria. A evolução de cada conceito foi conduzida de forma a criar uma distribuição de objectos que criasse um efeito de movimento e continuidade, dando por isso ritmo à imagem final. Este efeito resulta, sobretudo, das linhas ilusórias criadas pela regularidade da distribuição e rotação dos objectos.