Contextualização histórica da época para perceber o quotidiano e a forma de pensar da população
A opinião da população sobre a sociedade de uma forma generalizada:

.
“Não estamos assim tão longe dos tempos de Salazar, em que os jovens evangélicos eram aconselhados a abandonar a sua religião para poder progredir em certas carreiras profissionais como, por exemplo, na magistratura. Ou de quando alguns donos da terra, no Alentejo, ameaçavam despedir os seus trabalhadores se não deixassem de assistir ao culto evangélico.” Isto é, agora a pressão é feita de outra forma, ou seja na teórica as pessoas têm liberdade de expressão de diálogo para chegar a concílio de ideias para a resolução de problemas, mas na prática assistimos no nosso dia-a-dia a todo o tipo de manobras e tráfico de influências com o objectivo de boicotar “os outros”.

Por Brissos Lino (Docente Universitário em Portugal)

Encontramo-nos numa sociedade com problemas associados à pobreza, à falta de oportunidades, à discriminação e à violência, ao mau estado em que se encontra a educação, à corrupção na política, na polícia, na saúde, no ensino e na justiça, entre outros.

Em traços gerais a política rege-se pela corrupção e pelo tráfico de influências. Os dirigentes políticos sobrepõem os seus interesses pessoais, aos interesses da população que dirigem.

Mobiliário da actualidade.
Na actualidade pretende-se um tipo de mobiliário cómodo, prático (fácil de arrumar e que possibilite uma fácil arrumação e fácil de limpar) e que tenha um design bonito, simples, diferente e inovador.

Na faixa etária jovem requerem-se abundância de todo o tipo de cores com um design simples, diferente inovador, prático e confortável e que pretende transmitir certas simbologias ou sentimentos que moldam sua personalidade. E para finalizar a facha etária adulta pede mobiliário extremamente prático e fácil de arrumar, cuja principal prioridade é comodidade e ainda requer padrões arrojados e complexos.

Acessórios de moda da actualidade.
Na actualidade cada pessoa tem o seu estilo, não tendo necessidade de seguir um padrão ou regra imposta por um regime. Existem vários estilos: estilo formal, desportivo, pop, alternativo, roqueiro, punk, gótico, emo.

Bibliografia:
http://politicamanhosa.blogspot.com/2010/12/precupacoes-de-um-sabio-moda-antiga.html
http://www.musingrelics.com